Sábado, 1 de Novembro de 2008

Marretinhas com actividades desportivas suspensas

 

 

É com grande pena que se vê mais uma associação desportiva na freguesia suspender as suas actividades desportivas, por falta de recursos humanos e se calhar até outros que dariam mais motivação aos seus directores.

 Sendo a única associação na freguesia que movimentava os jovens  a nível desportivo e tendo feito até escolinhas, vê-mos agora esses mesmos jovens dirigirem-se a freguesias vizinhas que felizmente ainda vão criando condições para esses jovens continuarem a fazer aquilo que mais gostam, ou seja jogar futebol. É de lamentar uma freguesia como a nossa, tendo imensa juventude ainda não ter criado estruturas para esses mesmos jovens praticarem desporto, quando ás vezes se gasta dinheiro do érário público em obras megalómanas e que pouco proveito nos trazem.

 Segundo palavras de um director dos Marretinhas, ainda se tentou criar um acordo com o Águias da Graça, mas que não foi avante, pois apareceram pressões de vários sectores, que tornaram  esse acordo inviável e mais uma vez quem sofreu as sequelas, foram os que menos culpa têm no meio deste embriólogo todo, os nossos jovens, que ficando uns sem actividade, outros lá se vão espalhando pelas outras freguesias.

 

publicado por Filipe Costa às 23:51
link do post | comentar | favorito
10 comentários:
De guilherme fernandes a 3 de Novembro de 2008 às 18:42
Caro Filipe, esta situação era por demais previsível .
Há já muito tempo que corriam rumores da dissolução dos Marretinhas . Aquando desses rumores questionei uma pessoa directamente ligada aos Marretinhas no qual ele me falou precisamente nessa possibilidade de um qualquer acordo com o Águias da Graça, que segundo o teu post não se chegou a concretizar, enfim por supostas pressões, restando saber de quem.
É com profunda tristeza que tomo conhecimento que tais rumores se agora confirmam. Os Marretinhas que há décadas trabalham em prol do desenvolvimento desportivo e humano dos jovens de Padim da Graça, e não só, e por onde - talvez centenas já - muitos e muitos jovens, incluindo eu por lá passaram em períodos muito distintos e condições também elas muito distintas, vê-se hoje a braços com a dissolução e votada ao abandono pela freguesia. Muito haveria para dizer sobre esta grande e importante associação de Padim da Graça, mas parece-me que o inegável e insubstituível contributo desta é deveras conhecido por todos.
De quem é a culpa..? Segundo o meu caro Filipe é da freguesia que temos. Muito bem, aceito e sublinho.
Mas, resta agora decifrar-mos o termo "freguesia".
Na actual conjuntura "freguesia" não é mais que a assimilação de um conjunto de formalidades que denominam determinada área habitada por um determinado número de seres humanos de "freguesia". Quero, portanto, com isto dizer essa tal "freguesia" nada mais é do que o poder local; a igreja; um punhado de pseudo-intelectuais mais um outro punhado de mentecaptos que sempre promoveram e continuam a promover o individualismo, o egoísmo, o sectarismo e a discriminação. Os Marretinhas foram apanhados por esta mesquinhez que grassa em Padim da Graça e assim aí vai mais um importante instrumento de desenvolvimento social.
Uma verdadeira freguesia é possível, fraterna, solidária e inclusiva, porque tal como disse António Aleixo, "Vós que lá do vosso império prometeis um mundo novo, calai-vos, que pode o povo querer um mundo novo a sério."
Aos actuais dirigentes e sócios, aos que por muitos anos trabalharam para o desenvolvimento dos Marretinhas , aos a todos aqueles que por lá passaram enquanto atletas e nutrem enorme simpatia pelos Marretinhas , aos fundadores e em especial ao Sr.Fernando, saudações calorosas e solidárias.


De Filipe Costa a 3 de Novembro de 2008 às 23:31
Caro Guilherme, é um prazer ver de novo um comentário teu aqui e da análise que fizeste ao meu artigo.
Realmente quando me refiro a 'freguesia' refiro-me ao poder local, que sem querer entrar em ataques pessoais a ninguém, nada ou pouco têm feito por uma instituição que já têm mais de 25 anos e que tão bem tem prestigiado a freguesia na sua actividade. Claro que é dificil arranjar recursos humanos para uma instituição que nem sede social têm, mas que alguns se servem para atingir os seus objectivos. Infelizmente hoje em dia em que tudo se vende e compra com facilidade, não falta quem venda a alma ao diabo em troca de uma mão cheia de ´nada' e o que conta é o 'status'.
Digo isto com uma certa mágoa e revolta, pois é uma instituição que já me facultou grandes alegrias e a quem eu tenho que agradecer pela ajuda que me deu na formação dos meus filhos. Não imaginas a tristeza que ainda hoje senti quando passei por um punhado de jovens que lá iam a pé para outras freguesias praticar um desporto que era obrigação da nossa freguesia proporcionar-lhes.
Gostei da frase que citaste do grande poeta popular que foi António Aleixo. Eu vou deixar uma de outro grande poeta que foi Eça de Queirós - " Os politicos e as fraldas devem ser mudados frequentemente e ambos pela mesma razão".


De francisco dias a 3 de Novembro de 2008 às 20:16
é de bom grado que vejo neste blog um debate, se assim quisermos chamar, sobre os marretinhas e como não podia deixar de ser vou meter aqui a minha colherada. Pois muito bem eu estou em condições para relatar o que realmente aconteceu aos marretinhas e friso aqui que os marretinhas não acabaram apenas suspenderam as actividades oficiais este ano ou seja a participação nos campeonatos distritais de futsal e as respectiva escolinha e esta suspensão veio porquê? como é do conhecimento de toda a gente os marretinhas existem desde 1981 e ao longo destes anos os seus dirigentes tem sido praticamente os mesmos havendo uma ou outra entrada de ex atletas mas que acabam por sair ficando praticamente sempre os mesmos o que vem causando um grande desgaste nas pessoas mas este desgaste é agravado pela falta de apoio das entidades competentes ou seja a junta de freguesia que nas campanhas faz do seu programa o apoio aos marretinhas mas na realidade só os querem para isso mesmo ,campanha ,porque apoios ninguém os vê. Mas vamos ao que realmente se passou ,devido a conjuntura falta de verbas e apoios da junta decidimos reunir com o aguias da graça para fazermos uma parceria criando uma equipa de futebol de iniciados para jogar no relvado ,estava tudo tratado quando o assunto chegou aos ouvido do pj este ao ver que íamos jogar com o nome do aguias ficou furioso chamou o presidente dos marretinhas e fez-lhe um ultimato ,jogais no relvado com o vosso nome e esqueceis o águias o campo é nosso e eles não tem nada a ver ora esta situação era embaraçosa pois o que o pj queria era que nos marretinhas entrasse-mos em conflito com o águias e nos não íamos por aí e resolvemos continuar com a parceria mesmo sem o apoio da junta que já era pouco e quase nenhum o pj vendo-se ultrapassado puxou do seu autoritarismo e arrogância ,alias o que é seu apanágio , sem pensar nos benefícios da nossa juventude coisa que ele nunca se preocupou pois nesta terra nunca se fez nada pelos jovens ,para o pj nesta terra tudo que é juventude corresponde a fumo ,o que importa aqui é fazer obras de fachada para inglês ver sem utilidade e arranjar muros aos compadres e andar a comer o presunto do alheio, mas voltando ao tema o pj nada satisfeito com o rumo dos acontecimentos voltou a chamar o presidente dos marretinhas e aí sim estalou o verniz mostrou a sua verdadeira face e disse ou vocês jogam com o vosso nome ou eu corto a agua e a luz ao aguias e os marretinhas como são uma instituição de bem resolveram anular a parceria para evitar males maiores. Para concluir quero deixar aqui a minha indignação para com a junta de freguesia ou seja o seu presidente que usa como lema o quero posso e mando .


De Filipe Costa a 3 de Novembro de 2008 às 23:38
Caro fdias1966, não deixa de ser menos importante o seu comentário, pela ajuda que dá a entender esta 'suspensão' dos Marretinhas.
O meu obrigado.


De guilherme fernandes a 4 de Novembro de 2008 às 17:11
Caro Dias, a suspensão de actividades, com todas as suas consequências, é um passo dado para o término da associação, mas enfim, pode ser que a situação se inverta.
Ora muito bem, ficamos então a saber a quem se deve tal situação, se bem verdade seja, com apenas uma versão de uma das partes do conflito.
Quero, no entanto, referir-me apenas a elementos inerentes a esta questão, deixando de parte todos os outros para discussões mais oportunas , e convenhamos que acusações graves, independentemente de serem ou não verdade, são aqui levantadas. Há uma questão que me parece de todo extremamente importante e com a qual eu estou plenamente de acordo com o presidente da junta - embora me desmarque da tentativa de criar conflitos entre estas duas instituições - o campo de futebol é de Padim da Graça e, como tal, deve ser usufruído por todas as instituições da freguesia, naturalmente dentro da coexistência pacífica e disponível
À junta de freguesia cabe o papel de, em função do projecto e da sua mais-valia para a freguesia, apoiar devidamente as instituições. E parece-me a mim, admitindo no entanto poder estar a incorrer num erro, que à um desfasamento na atribuição de apoios, prevalecendo, incompreensivelmente, uma delas sobre as outras.
Para finalizar, o que sobressai desta embrulhada toda é uma perda enorme para a juventude que recorde-se não tem uma outra qualquer associação onde praticar desporto ou outras actividades. E, embora muitos afirmem irreflectidamente que a juventude é o futuro, a juventude é não só o futuro como também o presente, e o problema para muitos dos que assim não pensam é que a juventude sabe-o...
Saudações.



De jose maria pedroso a 12 de Novembro de 2008 às 01:14
Esta freguesia da graça de graça sò tem nome o resto é maldade, inveja, e pobreza de espirito.
Como tudo começa também acaba, essa gente auturitaria que nao se esqueça disso.
Deus demora mas nao esquece.


De asoares a 13 de Novembro de 2008 às 09:47
Futebol e Religião, esta visto que são os motores da freguesia de Padim da Graça. A eles esta tudo associado, colectividades, grupos de cantores e por ai.....
O importante são os jovens!
Já é mais do que tempo para se acabarem com as guerrinhas institucionais, mas isso também não significa que ponhamos o futebol em primeiro lugar. Cabe a junta promover o desenvolvimento desportivo. Que se ponha uma cobertura no ringue, para que se possa desenvolver outro tipo de actividades desportivas. Nas escolas nao se aprende futebol, mas sim outros desportos colectivos que cada vez mais caem no esquecimento dos nossos governantes e "intelectuais" da praça. Desporto sim, seja ele futebol ou qualquer coisa faça as pessoas mexerem-se, mas com qualidade e "profissionalidade. Não basta andar a correr a atrás da bola, é preciso saber correr primeiro! Os jovens são o futuro, mas são serão futuro se forem bem acompanhados e com apoios.
Tenhamos esperança


De francisco dias a 13 de Novembro de 2008 às 18:08
Guilherme só agora li o teu comentário pois estive com alguns problemas na net mas em relação á veracidade dos factos posso-te afiançar ,embora como dizes sou ouviste uma parte do conflito, que tudo que escrevi é a pura verdade nua e crua ,em relação á propriedade do campo de futebol eu sei que é da junta e os marretinhas como instituição escriturada que está e com numero fiscal tem o mesmo direito de usar o campo que o águias da graça mas a questão aqui não foi de quem é o campo mas sim da parceria que tinha-mos com eles para reduzir as despesas e arranjar mais meios humanos e ao mesmo tempo os marretinhas com esta parceria queriam acabar com o fantasma da concorrência que tanto era falada por alguns associados do águias pois nós fomos para o futsal precisamente para evitar confusões uma vez que o nosso objectivo era simplesmente ocupar a juventude.
vou aproveitar para esclarecer também um pouco osoares em relação a a cobertura do ringue aqui há uns anos atrás mais uma vez os marretinhas fizeram um projecto com orçamento para a respectiva cobertura do ringue pois assim seria possível diversificar as modalidades desportivas e ao mesmo tempo seria de uma utilidade tremenda para as escolas pedimos a junta para apresentar o projecto na cmb para adiantar o dinheiro que na altura rondava os 7500 contos e depois os marretinhas iriam rentabilizar o pavilhão até deduzir a verba mas a digníssima junta deu o nega dizendo "nós vamos fazer um pavilhão novo" no dia de s.nunca .


De guilherme fernandes a 13 de Novembro de 2008 às 20:24
Caríssimos, ainda bem que não criaram um conflito entre associações pois seria desproporcionado e a nada levaria, pelo menos do ponto de vista fraterno e da coexistência pacífica. Aliás, a existência de várias associações em momento algum deve ser visto como motivo de rivalidade, antes pelo contrário deve-se desenvolver esforços no sentido da cooperação por forma a beneficiar o desenvolvimento da freguesia.
Pois é meus caros, era um pavilhão novo a construir: era a marginal que iria ser requalificada; era um sem número de questões para levar por diante. A verdade é que tudo ficou na mesma...
De salientar que a requalificação da margem ribeira não avançou, supostamente e naturalmente não fui eu quem o disse, porque essa escumalha e bando de vândalos que tomou de assalto a freguesia destruiriam tudo. Pois bem, este argumento é totalmente absurdo, partindo deste pressuposto nada seria feito que na verdade é o que tem acontecido. A juventude é o bode expiatório para a inoperância e incompetência de quem assume o poder.
As eleições estão à porta e essa mesma juventude fá-los-á pagar caro...


De Tiago Alves a 25 de Maio de 2009 às 00:13
Foi com tanta pena que soube que os Marretinhas acabaram.
Comecei a jogar neste clube desde os 5 anos e desde então tinha sido sempre o meu clube, o meu clube do coração. Fiquei muito triste quando soube que toda esta "familia" ia acabar.
Fui capitão das equipas de infantis de 2005-2006 e 2006-2007 onde fomos campeões esses dois anos com uma equipa fantastica e unida, agora separamonos todos onde uns foram para clubes das frguesias vizinhas como o S.Paio clube que também eu represento agora e onde subimos de divisão e só para terem uma ideia nessa equipa titular do S.Paio estão oito jogadores que passaram nos Marretinhas.


Comentar post

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.arquivos

. Julho 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Abril 2012

. Junho 2011

. Maio 2011

. Março 2011

. Janeiro 2011

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

.posts recentes

. As contas (des)aprovadas ...

. Festa de Nª. Sra. da Graç...

. O famoso Grilo.

. Liberdade de expressão.

. Festa da Sra. da Graça 20...

. Padim da Graça em chamas

. Graça é festa

. Festa da Sra da Graça Onl...

. 'Auto do baile dos Reis'

. A Graça é linda

.links

.frases célebres

.TEMPO

.contador

Servicio de tráfico web
blogs SAPO

.as minhas fotos