Segunda-feira, 29 de Julho de 2013

As contas (des)aprovadas da Festa da Sra. da Graça

 Ontem depois de assistir à missa na capela, não gostei de ouvir o padre nas alegações finais criticar as contas apresentadas pela comissão de festas 2012/2013, convidando as pessoas a repensarem naquilo que dão, pois estamos em maré de crise económica.

 Como tal fiz a minha análise e como até já fiz parte de 2 comissões de festas não vi nada de errado nelas, antes pelo contrário acheias bem explicitas e transparentes.

´´Pode-se fazer mais e melhor por menos`` disse o padre. Acredito que sim, mas depois de uma obra concluida é fácil de dizer que se podia poupar nisto ou naquilo.

Na minha análise vi lá uma coluna posta por ele ‘Actos Religiosos  - 0€`.

 Ora bem se estiver enganado peço que me corrijam.

 Houve algum contrato entre ele e a comissão de Festas para pagamento de actos religiosos?

 Não foram pagas todas as missas durante a semana, inclusive a de Domingo?

 Não foi pago o sermão (300€) da missa de Domingo?

 Não foi pago o almoço no Domingo a 3 padres (148€)?

 Perante isto que actos religiosos ficaram por pagar?

Não quero com isto pensarem que estou aqui a fazer o papel de advogado da comissão de festas, que na minha opinião fizeram um bom trabalho no mesmo padrão a que outras comissões nos têm habituado, mas sim ter o direito também a deixar escrito a minha opinião.

 Felizmente o dinheiro nos anos anteriores têm chegado para a festa e sobrado, o que dá para ser distribuido por algumas associações, o que não foi o caso deste ano que apenas chegou para a festa.

 Por isso acho que era escusado lançar do altar abaixo um ‘aviso’ para o povo repensar bem aquilo que dá, pois eu acho que já toda a gente sabe bem que os donativos que dão são para a FESTA.

publicado por Filipe Costa às 00:34
link do post | comentar | favorito
2 comentários:
De Pe. Luís Marinho a 30 de Agosto de 2013 às 15:13
Caro Filipe

Só hoje tive conhecimento do seu comentário. Quero, em primeiro lugar, felicitá-lo pelo modo como toma parte, publicamente, neste assunto. Era esse precisamente o objectivo dos comentários que fiz na missa a propósito das contas da Festa de Nossa Senhora da Graça. O seu blog é um modo muito concreto de alimentar o debate público. Só me posso congratular pelo seu empenho!
Importa, fazer algumas ressalvas ao que escreve:
1. O valor que indica para o sermão, refere-se não só ao pregador, mas também às gratificações aos seminaristas que tomaram parte na Eucaristia e na Procissão, por convite do Pároco e a pedido da Comissão de Festas.
2. Em relação ao almoço no “Domingo a 3 padres”, no relatório é referido o valor de 148 euros. De referir que também o sacristão da paróquia é convidado para o almoço.
Mas no fundo da questão, e é isso que importa debater, também publicamente, parece-me importante o seguinte:
1. Serviço religioso, no meu entender, é tudo o que se refere à organização do culto e da liturgia, onde se inclui a animação do canto nas missas da novena e dos dias de festa. Os grupos envolvidos, e são vários, esperariam, como é hábito, alguma espécie de gratificação. Não se trata de um pagamento, ou de contrato, mas de um acto de generosidade e reconhecimento pela sua participação activa na festa, que é um dos grandes momentos de encontro de toda a comunidade de Padim da Graça.
2. Os padres, felizmente, recebem da comunidade uma remuneração fixa pelo seu serviço (verificar a apresentação de contas anual do Conselho Económico); não são remunerados por este ou aquele serviço que prestam. A festa de Nossa Senhora da Graça faz parte integrante do serviço à Paróquia de Padim da Graça.
3. A distribuição dos saldos das festas é, segunda as leis da Igreja Católica, uma competência que não pertence às comissões. Gratificações por serviços prestados sim. Distribuição de saldos é competência do Pároco com o Conselho Económico Paroquial, naturalmente ouvidas as sugestões da própria Comissão de Festas.
4. Sem dúvida que, na minha opinião, se “pode fazer mais e melhor por menos”. Sobretudo se atendermos às despesas variáveis dos “conjuntos” e do “fogo de artifício”. Também por causa da atenção a tantas situações de dificuldade por que passam tantas famílias. Mas esta é uma atenção que depende muito da sensibilidade de cada Comissão e do modo como pensam a organização da festa. Neste campo, estou certo, só se podem dar sugestões… fazer pensar! Foi o que quis fazer com os meus comentários.
Sempre disponível para abrir caminhos de diálogo e de futuro!
Com amizade
Pe. Luís Marinho


De Filipe Costa a 31 de Agosto de 2013 às 02:56
Caro Pe . Marinho.
Antes de mais, obrigado pelo seu comentário.
Como reparou e bem a minha ideia de 'blog' era mesmo essa, a de eu poder tornar publicas as minhas opiniões, entre outros assuntos, como também dar espaço a outras opiniões, por muito que divergissem da minha.
Como já dei a minha opinião, deixo aqui a sua em aberto para quem a quiser comentar. Apenas olhando ás suas ressalvas e verificando novamente o boletim, fiz a retificação do valor da refeição, pois foi induzido em erro por um membro da comissão, mas pelo que me disseram o valor era 210€, mas como houve desistênçia de uma pessoa baixou para esse. Desde já as minhas desculpas.
No que se refere ao valor pago para o ´sermão ' termo que sempre se usou para justificar esse pagamento, fica a sua explicação de como é feito a sua distribuição.
Aproveito para lhe desejar as maiores felicidades no novo desafio que vai enfrentar e já agora também vou aproveitar para deixar esta frase do nosso Papa Francisco, que eu muito aprecio.
" Quem se aproxima da Igreja deve encontrar portas abertas e não fiscais da fé!”
Cordialmente
Filipe Costa


Comentar post

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.arquivos

. Julho 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Abril 2012

. Junho 2011

. Maio 2011

. Março 2011

. Janeiro 2011

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

.posts recentes

. As contas (des)aprovadas ...

. Festa de Nª. Sra. da Graç...

. O famoso Grilo.

. Liberdade de expressão.

. Festa da Sra. da Graça 20...

. Padim da Graça em chamas

. Graça é festa

. Festa da Sra da Graça Onl...

. 'Auto do baile dos Reis'

. A Graça é linda

.links

blogs SAPO

.as minhas fotos